, ,

Machu Picchu: Guia para Descobrir a Cidade Inca Perdida

Se você é um entusiasta de viagens em busca de aventuras épicas e culturas antigas, não há destino que se compare a Machu Picchu. Esta cidade inca perdida, aninhada nas majestosas montanhas dos Andes peruanos, é um dos locais arqueológicos mais impressionantes e enigmáticos do mundo. Neste guia abrangente, vamos explorar os mistérios de Machu Picchu e fornecer-lhe todas as informações necessárias para planejar uma viagem inesquecível a esta maravilha do mundo antigo.

Machu Picchu foi construída pelos antigos incas no século XV, durante o apogeu do Império Inca. Apesar de sua localização remota e difícil acesso, a cidade serviu como um importante centro cerimonial, astronômico e administrativo para o império. No entanto, após a conquista espanhola, Machu Picchu foi abandonada e permaneceu esquecida pelo mundo exterior por séculos, até ser redescoberta em 1911 pelo explorador americano Hiram Bingham.

Aerial view of Macchu Picchu ruins in remote landscape, Cusco, Peru

Para chegar a Machu Picchu, os viajantes geralmente começam sua jornada na cidade de Cusco, a antiga capital inca e o ponto de partida para muitas expedições. A partir de Cusco, existem várias opções de transporte para chegar a Machu Picchu:

Why? How?

A trilha Inca é uma jornada verdadeiramente fascinante que cativa os corações dos viajantes desde o seu início até o fim. Ao longo de quatro dias de caminhada, os aventureiros têm a oportunidade de mergulhar profundamente na história e na natureza exuberante dos Andes peruanos.

O primeiro dia da trilha Inca geralmente começa em Km 82, onde os caminhantes são recebidos por uma paisagem deslumbrante de montanhas verdejantes e o rio Urubamba serpenteando ao longo do vale. À medida que avançam, passam por vilarejos pitorescos onde podem interagir com os habitantes locais e aprender sobre a cultura andina.

À medida que o sol se põe no horizonte, os caminhantes chegam ao primeiro acampamento, situado em um local estratégico com vistas panorâmicas deslumbrantes das montanhas circundantes. Aqui, eles têm a oportunidade de relaxar, desfrutar de uma refeição nutritiva preparada pelos guias e compartilhar histórias de suas aventuras do dia.

Acampamento na trilha Inca

No segundo dia, a trilha se torna mais desafiadora à medida que os caminhantes enfrentam subidas íngremes e degraus de pedra escarpados. No entanto, cada passo é recompensado com vistas espetaculares das montanhas nevadas e da paisagem exuberante que se estende até onde os olhos podem ver. Este trecho da trilha também leva os viajantes a passar por ruínas incas impressionantes, como o sítio arqueológico de Runkurakay e o imponente Passo de Warmiwañusca, conhecido como “Passo da Mulher Morta”.

À medida que o terceiro dia se desenrola, os caminhantes continuam a explorar as ruínas incas ao longo do caminho, incluindo os sítios arqueológicos de Sayacmarca e Phuyupatamarca. A atmosfera mística desses locais antigos é palpável, e os viajantes são transportados de volta no tempo enquanto contemplam as realizações impressionantes da civilização inca.

Finalmente, no quarto dia, os caminhantes acordam antes do amanhecer para completar a última etapa da trilha Inca e testemunhar o nascer do sol sobre Machu Picchu. À medida que se aproximam da cidadela perdida, a emoção cresce, e os corações dos viajantes batem mais rápido com a antecipação do que está por vir.

A trilha Salkantay, embora menos conhecida do que a trilha Inca, oferece uma experiência igualmente emocionante e gratificante para os viajantes que procuram uma aventura mais desafiadora. Esta rota de cinco dias conduz os aventureiros por uma jornada espetacular através de alguns dos cenários mais impressionantes dos Andes peruanos, desde picos nevados até vales verdejantes e lagos cristalinos, culminando na chegada triunfante a Machu Picchu.

Ao longo dos cinco dias de caminhada, os viajantes são imersos em uma paisagem deslumbrante, onde cada passo revela uma nova maravilha natural. No primeiro dia, a trilha Salkantay começa com uma subida desafiadora até o Passo Salkantay, que se eleva a uma altitude impressionante de mais de 4.600 metros acima do nível do mar. Este trecho inicial da trilha oferece vistas panorâmicas deslumbrantes dos picos nevados que cercam a região, proporcionando aos caminhantes uma sensação de conquista e admiração diante da grandiosidade da natureza.

À medida que a jornada avança, os caminhantes descem pelas encostas íngremes do lado oposto do passo, atravessando vales verdejantes e passando por aldeias remotas onde podem interagir com os habitantes locais e aprender sobre a cultura andina. Durante a noite, acampam em locais pitorescos ao longo do caminho, onde podem desfrutar de refeições quentes e compartilhar histórias de suas aventuras do dia.

Para aqueles que preferem uma opção mais confortável, há trens que partem de Cusco ou da cidade de Ollantaytambo até Aguas Calientes, a cidade base de Machu Picchu. De Aguas Calientes, os viajantes podem pegar um ônibus até a entrada do parque arqueológico.

Machu Picchu em trem: tudo o que você precisa saber

Os ônibus partem regularmente de Aguas Calientes e levam cerca de 30 minutos para chegar à entrada de Machu Picchu. Durante o trajeto, os passageiros são brindados com vistas panorâmicas das imponentes montanhas que cercam a região, criando uma atmosfera de antecipação e excitação para a aventura que está por vir.

A viagem de ônibus oferece uma maneira confortável e conveniente de chegar à entrada de Machu Picchu, especialmente para aqueles que não desejam realizar a caminhada até lá. É uma opção popular para os viajantes que desejam economizar tempo e energia, permitindo-lhes desfrutar ao máximo de sua visita à cidadela inca.

Uma vez que os passageiros chegam à entrada de Machu Picchu, são recebidos por uma vista espetacular da cidade antiga, aninhada entre as montanhas. É um momento emocionante e memorável, enquanto os visitantes se preparam para explorar as ruínas antigas e mergulhar na história fascinante deste local único.

🥇 Como comprar os passagens de ônibus para visitar Machu Picchu?

Ao chegar a Machu Picchu, os visitantes são recebidos por uma paisagem de tirar o fôlego, composta por templos, terraços agrícolas e terraços urbanos meticulosamente construídos pelos incas. Alguns dos destaques incluem:

A woman hallucinating tourist looking at Machu Picchu, Machu Picchu, Peru

Também conhecido como o “Relógio Solar”, o Intihuatana é um dos monumentos mais fascinantes de Machu Picchu. Esta estrutura de pedra foi cuidadosamente esculpida pelos incas e desempenhou um papel significativo em sua cultura e astronomia.

O termo “Intihuatana” deriva do quíchua, a língua dos incas, e pode ser traduzido como “lugar onde se amarra o sol”. De fato, a função principal do Intihuatana era servir como um dispositivo para medir os movimentos do sol ao longo do ano, particularmente durante os solstícios de inverno e verão.

Durante o solstício de inverno, que ocorre por volta de 21 de junho no hemisfério sul, os raios solares incidem diretamente sobre o Intihuatana, criando uma sombra mínima que se move ao longo do dia. Este fenômeno era usado pelos incas para marcar o início do novo ano agrícola e para determinar os períodos de plantio e colheita.

Além de sua função prática como um instrumento de medição do tempo, o Intihuatana tinha também um significado espiritual e religioso para os incas. Acredita-se que este local sagrado estivesse associado a rituais de adoração ao sol e à celebração da natureza e da vida.

Hoje, o Intihuatana permanece como um testemunho impressionante da habilidade e conhecimento avançados dos incas em astronomia e engenharia. É um dos pontos de interesse mais importantes de Machu Picchu e continua a intrigar e fascinar os visitantes que vêm de todo o mundo para testemunhar sua beleza e significado histórico.

INTIHUATANA EM MACHU PICCHU - Dreamy Tours

Um dos edifícios mais impressionantes de Machu Picchu é o Templo do Sol, uma estrutura majestosa dedicada ao deus sol, Inti, na mitologia inca. Este templo é um testemunho impressionante da habilidade arquitetônica e do conhecimento astronômico avançado dos incas.

Localizado em uma posição privilegiada dentro da cidadela, o Templo do Sol apresenta uma arquitetura sofisticada que reflete a importância do sol na cultura inca. Suas paredes de pedra polida e precisamente ajustadas, sem o uso de argamassa, são um exemplo impressionante da habilidade dos construtores incas.

O Templo do Sol também é conhecido por sua localização estratégica, que oferece vistas deslumbrantes do vale abaixo. Do alto das escadarias do templo, os visitantes podem contemplar as montanhas circundantes, os vales verdejantes e o rio Urubamba que serpenteia pela paisagem, criando uma cena verdadeiramente deslumbrante e inspiradora.

Tudo sobre o Templo do Sol de Machu Picchu

Para os mais aventureiros, Machu Picchu oferece várias trilhas nas montanhas circundantes, incluindo a trilha Huayna Picchu e a trilha Machu Picchu Montanha, que oferecem vistas espetaculares da cidadela e dos vales abaixo.

Não deixe de explorar os muitos recantos e recantos de Machu Picchu, onde você pode descobrir ruínas escondidas, fontes de água sagradas e vistas panorâmicas incomparáveis.

Antes de visitar Machu Picchu, é importante estar preparado para as condições locais e para a altitude elevada. Aqui estão algumas dicas úteis para tornar sua visita mais agradável:

Roupa Adequada: Use roupas leves e confortáveis, calçados resistentes para caminhadas e proteção solar, pois o clima em Machu Picchu pode ser imprevisível.

Água e Lanches: Traga uma garrafa de água reutilizável e lanches energéticos para manter-se hidratado e alimentado durante sua visita.

Protetor Solar e Chapéu: Proteja-se dos raios solares intensos usando protetor solar e um chapéu de abas largas.

Passeios Guiados: Considere contratar um guia local para obter informações históricas e culturais adicionais sobre Machu Picchu.

Reservas Antecipadas: Faça reservas antecipadas para ingressos de entrada, especialmente durante os meses de alta temporada, pois o acesso à cidadela é limitado.

Com estas dicas e informações em mãos, você está pronto para embarcar em uma aventura inesquecível para explorar os mistérios de Machu Picchu. Prepare-se para ser cativado pela beleza e pelo fascínio desta cidade inca perdida, que continua a intrigar e inspirar viajantes de todo o mundo.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prepare a sua viagem
Últimos Artigos
Afiliados & Parceiros
Booking.com
Artigos Relacionados
Gostou do nosso conteúdo? Leia mais artigos com dicas de viagens
ARTIGOS DIVERSOS DE VIAGENS PELO MUNDO​
Photo tailandia o que conhecer

tailandia o que conhecer

A Tailândia é um destino de viagem incrível, conhecido por suas praias paradisíacas, cultura rica, templos budistas deslumbrantes, comida deliciosa e vida noturna agitada. Neste

Photo Normandy landscape

O que fazer na Normandia?

A região da Normandia, localizada no noroeste da França, é conhecida por sua rica história, belas paisagens e culinária deliciosa. Com uma variedade de atividades

No more posts to show