, , , ,

Itália : 7 Lugares Indispensáveis

A Itália, com sua rica história, cultura vibrante e paisagens deslumbrantes, é um destino dos sonhos para muitos viajantes. Desde as ruínas antigas de Roma até as águas serenas de Veneza, cada canto do país oferece algo único e inesquecível. Neste artigo, vamos explorar sete lugares indispensáveis para se visitar na Itália, garantindo uma experiência completa e memorável.

Roma, a capital da Itália, é um verdadeiro museu a céu aberto. Fundada há mais de 2.500 anos, a cidade é repleta de monumentos históricos, museus e igrejas que contam a história de uma das civilizações mais influentes do mundo. O Coliseu, um dos marcos mais icônicos de Roma, é um testemunho impressionante da engenharia romana e do entretenimento da época.

A história de Roma é uma das mais ricas e complexas de todas as cidades do mundo, abrangendo mais de dois milênios de eventos significativos que moldaram a civilização ocidental. Fundada em 753 a.C., segundo a lenda, por Rômulo e Remo, Roma começou como um pequeno assentamento nas colinas ao longo do rio Tibre. Esse pequeno vilarejo cresceu gradualmente, impulsionado por sua localização estratégica e pela habilidade de seus primeiros líderes militares.

A fase inicial da história romana é conhecida como o período monárquico, onde Roma foi governada por uma série de reis. Durante este tempo, muitos dos fundamentos da sociedade romana foram estabelecidos, incluindo instituições religiosas e políticas. No entanto, em 509 a.C., o último rei de Roma, Tarquínio, o Soberbo, foi deposto, e a República Romana foi estabelecida.

A República Romana foi marcada por um sistema de governo complexo, onde o poder era compartilhado entre o Senado, magistrados eleitos e assembléias populares. Foi durante este período que Roma começou sua expansão territorial agressiva, inicialmente na península italiana e, eventualmente, em todo o Mediterrâneo. As Guerras Púnicas contra Cartago, especialmente, destacam-se como um ponto de virada crucial que estabeleceu Roma como uma potência dominante.

Itália

Não se pode falar de Roma sem mencionar o Vaticano, o menor estado independente do mundo. Lar do Papa e centro da Igreja Católica, o Vaticano abriga a majestosa Basílica de São Pedro e os Museus do Vaticano, onde você encontrará a famosa Capela Sistina com os afrescos de Michelangelo.

Não se pode falar de Roma sem mencionar o Vaticano, o menor estado independente do mundo. Lar do Papa e centro da Igreja Católica, o Vaticano abriga a majestosa Basílica de São Pedro e os Museus do Vaticano, onde você encontrará a famosa Capela Sistina com os afrescos de Michelangelo. A história do Vaticano está intrinsecamente ligada à de Roma e ao desenvolvimento do cristianismo. Acredita-se que São Pedro, um dos apóstolos de Jesus e considerado o primeiro Papa, foi martirizado e enterrado onde hoje se ergue a Basílica de São Pedro. A construção da atual basílica começou em 1506 sob o comando do Papa Júlio II e levou mais de um século para ser concluída, envolvendo os maiores artistas e arquitetos da época, como Bramante, Rafael e Michelangelo.

Os Museus do Vaticano, uma das maiores coleções de arte do mundo, foram fundados no século XVI pelo Papa Júlio II. Os museus abrigam obras de arte inestimáveis, acumuladas ao longo dos séculos pelos papas, incluindo esculturas clássicas, tapeçarias e pinturas de mestres renascentistas. A Capela Sistina, talvez a joia mais famosa dos museus, foi pintada por Michelangelo entre 1508 e 1512 e novamente em 1536 a 1541 para o Juízo Final. Esta capela não é apenas uma maravilha artística, mas também um local de grande importância religiosa, onde os conclaves papais são realizados para eleger novos papas.

Guia Vaticano: o que fazer, como visitar e dicas Itália

Outro ponto imperdível é a Fontana di Trevi, uma das fontes mais famosas do mundo. Jogue uma moeda na fonte e faça um desejo – a tradição diz que isso garantirá seu retorno a Roma. Esta magnífica obra de arte barroca, concluída em 1762, é uma das atrações mais icônicas e românticas da cidade. A Fontana di Trevi é famosa não apenas por sua beleza, mas também por sua impressionante escala e detalhamento. Projetada por Nicola Salvi e completada por Giuseppe Pannini, a fonte exibe a estátua de Netuno, o deus romano do mar, em uma carruagem puxada por tritões e cavalos-marinhos.

A lenda de jogar uma moeda na Fontana di Trevi teve origem em uma antiga tradição romana e se popularizou ainda mais com o filme “La Dolce Vita” de Federico Fellini. Segundo a crença popular, jogar uma moeda na fonte garante que você retornará a Roma, enquanto duas moedas trarão um novo romance e três moedas levarão a um casamento. As moedas devem ser jogadas com a mão direita sobre o ombro esquerdo. Todos os dias, aproximadamente 3.000 euros são jogados na fonte, os quais são recolhidos e doados para caridade.

Fontana di Trevi: conheça a história e saiba como visitar

Florença, a capital da região da Toscana, é conhecida como o berço do Renascimento. A cidade é um tesouro de arte e arquitetura. A Galeria Uffizi é um dos museus de arte mais importantes do mundo, com obras-primas de artistas como Leonardo da Vinci, Michelangelo e Botticelli.

A construção do edifício Uffizi começou em 1560 sob a direção de Giorgio Vasari, a pedido de Cosimo I de Medici, e inicialmente serviu como escritórios para magistrados florentinos. No entanto, a paixão da família Medici pela arte rapidamente transformou o espaço em uma galeria privada, que foi aberta ao público em 1765. Hoje, a Uffizi atrai milhões de visitantes todos os anos, ansiosos para ver de perto obras como “O Nascimento de Vênus” de Botticelli e “A Anunciação” de Leonardo da Vinci.

Galeria degli Uffizi - Florença - Itália - Artes - InfoEscola

A Catedral de Santa Maria del Fiore, com sua cúpula projetada por Brunelleschi, é uma das atrações mais impressionantes de Florença. Suba até o topo da cúpula para uma vista panorâmica da cidade.

A construção da catedral começou em 1296 e levou quase 150 anos para ser concluída. A cúpula, concluída em 1436, foi um marco da engenharia da época. Filippo Brunelleschi, o arquiteto responsável, utilizou técnicas inovadoras para construir a cúpula sem o uso de andaimes, um feito que continua a impressionar engenheiros e arquitetos até hoje.

A cúpula de Brunelleschi, que domina o horizonte de Florença, é composta por duas conchas, uma interna e uma externa, conectadas por uma série de arcos horizontais e verticais. Esta estrutura dupla não só proporcionou a estabilidade necessária para suportar o peso da cúpula, mas também criou um espaço vazio entre as duas conchas, permitindo a construção de uma escada em espiral que leva os visitantes até o topo. A vista lá de cima é simplesmente espetacular, oferecendo uma perspectiva de 360 graus da cidade e das colinas toscanas ao redor.

Catedral de Santa Maria del Fiore em Florença: 171 opiniões e 1008 fotos

A Ponte Vecchio é outro ícone de Florença. Esta ponte medieval sobre o rio Arno é famosa por suas lojas de joias e sua história fascinante.

A Ponte Vecchio não é apenas uma via de travessia, mas um mercado em si. Desde o século XIII, a ponte abrigava lojas e oficinas, inicialmente ocupadas por açougueiros, peixeiros e curtidores de couro. No entanto, em 1593, o grão-duque Ferdinando I decidiu que esses comércios produziam muito lixo e mau cheiro, incompatíveis com a nobreza que frequentemente atravessava a ponte. Assim, ele decretou que apenas ourives e joalheiros poderiam ter lojas na Ponte Vecchio. Essa decisão transformou a ponte em um centro de comércio de luxo, uma tradição que persiste até hoje.

Caminhar pela Ponte Vecchio é como fazer uma viagem no tempo. As lojas, com suas vitrines cintilantes de joias e objetos preciosos, são construídas em pequenas casas medievais que se projetam sobre o rio, criando uma aparência pitoresca e única. As fachadas das lojas, pintadas em tons pastel, e os detalhes em madeira contribuem para a atmosfera encantadora da ponte. No centro da ponte, há uma abertura que oferece uma vista deslumbrante do rio Arno e das colinas toscanas ao fundo. Este é um ponto popular para tirar fotos e apreciar o pôr do sol, que reflete nas águas do rio, criando uma cena mágica.

The Rich and Fascinating History of the Ponte Vecchio - Italian Dual  Citizenship

Veneza é uma cidade única, construída sobre uma série de pequenas ilhas separadas por canais e conectadas por pontes. A Praça de São Marcos é o coração da cidade, com a impressionante Basílica de São Marcos e o Palácio Ducal. Faça um passeio de gôndola pelos canais para apreciar a arquitetura e a atmosfera romântica de Veneza.

A Praça de São Marcos é, sem dúvida, o coração pulsante de Veneza, um local que encapsula a rica história e a magnificência arquitetônica desta cidade única. Localizada no centro histórico de Veneza, a praça é dominada pela imponente Basílica de São Marcos e pelo majestoso Palácio Ducal, símbolos da antiga glória da República de Veneza.

A Basílica de São Marcos, uma obra-prima da arquitetura bizantina, é um dos mais importantes exemplos desse estilo fora de Constantinopla. Construída inicialmente no século XI, a basílica exibe uma mistura de estilos arquitetônicos que refletem a riqueza e o prestígio da cidade-estado de Veneza durante seus anos de ouro. Seu exterior é adornado por colunas, arcos e detalhes esculpidos que testemunham o esplendor artístico e religioso da época.Dentro da basílica, os visitantes são recebidos por um interior deslumbrante, repleto de mosaicos dourados que retratam cenas bíblicas e históricas. Os mosaicos, alguns dos quais datam dos séculos XII e XIII, são um testemunho da habilidade e da devoção dos artistas bizantinos que trabalharam para decorar este lugar sagrado. A grandiosidade da basílica continua a impressionar os visitantes até hoje, oferecendo uma experiência de contemplação e admiração diante de sua beleza única.

Praça de São Marcos em Veneza: um guia prático para descobri-la  completamente - Hellotickets

O Grande Canal é a principal via aquática de Veneza, ladeado por belos palácios e igrejas. Pegue um vaporetto (táxi aquático) para um passeio ao longo do canal e admire as vistas deslumbrantes.

Pegar um vaporetto, o famoso táxi aquático de Veneza, para um passeio ao longo do Grande Canal é uma experiência que oferece vistas deslumbrantes e uma perspectiva única da cidade. Desde o movimentado Piazzale Roma até a majestosa Basílica de Santa Maria della Salute, o canal desvenda uma série de tesouros arquitetônicos que contam a história e a cultura venezianas.

Ao longo do percurso, os passageiros podem admirar palácios deslumbrantes como o Ca’ d’Oro, com sua fachada gótica adornada por arcos e detalhes delicados, e o Palácio Grassi, um exemplo de arquitetura barroca veneziana que abriga importantes exposições de arte contemporânea. Cada palácio ao longo do Grande Canal não é apenas um marco arquitetônico, mas uma janela para o passado glorioso de Veneza, quando comerciantes, nobres e artistas contribuíam para a riqueza e a influência da cidade.

Grande Canal de Veneza: confira os melhores passeios

Não deixe de visitar as ilhas vizinhas de Murano, famosa pelo vidro soprado, e Burano, conhecida por suas casas coloridas e rendas finas.

Murano, famosa mundialmente pela arte do vidro soprado, é um destino imperdível para quem deseja explorar a habilidade artesanal que tornou a ilha célebre. Desde o século XIII, Murano tem sido o centro da produção de vidro de alta qualidade, com artesãos habilidosos criando peças magníficas que variam de pequenos objetos decorativos a grandes lustres ornamentais. Ao visitar Murano, os visitantes têm a oportunidade não apenas de admirar as habilidades dos mestres vidreiros em ação, mas também de explorar museus dedicados ao vidro, como o Museu do Vidro de Murano, que oferece uma visão fascinante da história e da evolução desta arte única.

Além da produção de vidro, Murano é uma ilha tranquila e pitoresca, com canais tranquilos e ruas de paralelepípedos que convidam a passeios relaxantes. Os visitantes podem explorar lojas de vidro locais, onde é possível encontrar peças exclusivas e feitas à mão para levar para casa como lembrança de sua visita.

Já Burano, conhecida por suas casas coloridas e rendas finas, é outro tesouro a ser descoberto nos arredores de Veneza. A ilha é famosa por suas fachadas vibrantes e pitorescas, pintadas em uma paleta de cores vivas que contrastam de maneira deslumbrante com o azul do céu e o verde das águas circundantes. Cada casa em Burano é única, refletindo a personalidade e o estilo de seus habitantes, e muitas delas apresentam janelas adornadas com flores e plantas que emprestam um ar de encanto bucólico à ilha.

Excursão a Burano e Murano saindo de Veneza - Civitatis.com Brasil

Milão, a capital da moda e do design da Itália, também possui uma rica herança histórica e cultural. A Catedral de Milão (Duomo di Milano) é uma das maiores catedrais góticas do mundo. Suba até o terraço para vistas incríveis da cidade e dos Alpes ao fundo.

A Catedral de Milão, conhecida localmente como Duomo di Milano, é um dos mais impressionantes exemplos da arquitetura gótica na Europa e uma das maiores catedrais do mundo. Localizada no coração de Milão, a construção da catedral começou no século XIV e levou cerca de seis séculos para ser concluída, refletindo uma combinação de estilos arquitetônicos ao longo de sua história.

A catedral é famosa por sua fachada ornamentada, adornada por centenas de estátuas e pináculos de mármore branco. Cada detalhe da fachada é meticulosamente esculpido, desde os santos e profetas representados em estátuas até os intricados relevos que contam histórias bíblicas e eventos da história de Milão. A grandiosidade da fachada é acentuada pelas enormes portas de bronze, cada uma uma obra de arte por si só.

Duomo de Milão: tudo para visitar o cartão postal da cidade

Outra atração imperdível é o mural A Última Ceia de Leonardo da Vinci, localizado no convento de Santa Maria delle Grazie. Reserve os ingressos com antecedência, pois as visitas são limitadas.

Leonardo da Vinci capturou neste mural um momento de intensidade emocional, utilizando técnicas inovadoras de perspectiva e luz que revolucionaram a pintura da época. A cena é uma representação dramática do momento em que Jesus revela aos seus discípulos que um deles o trairá. Cada personagem na pintura expressa uma emoção única, desde a perplexidade até a tristeza e a raiva.

O mural de “A Última Ceia” foi pintado diretamente na parede do refeitório do convento, utilizando técnicas que Leonardo desenvolveu para garantir a durabilidade e a integridade da obra. Infelizmente, ao longo dos séculos, o mural sofreu danos significativos devido a fatores ambientais e intervenções humanas, o que tornou sua preservação e restauração um desafio contínuo.

A importância histórica e artística de A Última Ceia fez com que se tornasse um ponto de peregrinação cultural para visitantes de todo o mundo. Devido à fragilidade da pintura e ao espaço limitado no refeitório, as visitas são estritamente controladas e é essencial reservar os ingressos com antecedência através do sistema de reservas oficial.

20 curiosidades sobre a Última Ceia, obra-prima de Leonardo da Vinci -  ISTOÉ Independente

Para os amantes de compras e arquitetura, a Galeria Vittorio Emanuele II é uma parada obrigatória. Este shopping do século XIX é um dos mais antigos do mundo e abriga boutiques de luxo e cafés elegantes.

Localizada adjacente à Piazza del Duomo, a Galeria Vittorio Emanuele II é frequentemente descrita como um “salão de entrada” para a cidade de Milão devido à sua proximidade com a majestosa Catedral de Milão. Projetada pelos arquitetos Giuseppe Mengoni e Giuseppe Balzaretto, a galeria é uma fusão impressionante de ferro fundido, vidro e mármore, caracterizada por arcos altos, abóbadas de vidro e uma cúpula central majestosa.

Ao entrar na galeria, os visitantes são recebidos por um ambiente de luxo e elegância. O piso de mosaico, decorado com símbolos das principais cidades italianas, guia os passos dos visitantes enquanto eles exploram as boutiques de moda de renome mundial, joalherias sofisticadas e lojas de artigos de luxo. A atmosfera é reforçada pela iluminação natural que entra pelas abóbadas de vidro, criando um cenário deslumbrante para compras e passeios.

Galleria Vittorio Emanuele II - Famosa galeria comercial de Milão

A Costa Amalfitana é conhecida por suas paisagens deslumbrantes e cidades pitorescas. Positano é uma das mais famosas, com suas casas coloridas descendo pela encosta até o mar. Passeie pelas ruas estreitas e aproveite a praia de Spiaggia Grande.

A Costa Amalfitana, um dos tesouros da Itália, é celebrada por suas paisagens deslumbrantes e suas cidades encantadoras à beira-mar. Positano se destaca como uma das mais famosas e pitorescas entre elas, conhecida por suas casas coloridas que descem graciosamente pela encosta íngreme até o mar azul-turquesa do Mediterrâneo.

Ao explorar Positano, os visitantes são imediatamente cativados pela beleza singular de suas ruas estreitas e sinuosas, adornadas com bougainvilles coloridos e cafés charmosos. Cada esquina revela vistas espetaculares do mar cintilante e das montanhas que cercam a cidade, criando um cenário idílico para uma experiência inesquecível.

A Spiaggia Grande, a principal praia de Positano, é o coração pulsante da cidade durante os meses de verão. Com seu trecho de areia dourada cercado por elegantes casas e restaurantes à beira-mar, é o local ideal para relaxar ao sol, nadar nas águas cristalinas do Mediterrâneo e observar os barcos de pesca e iates de luxo que pontilham o horizonte.

Além de sua beleza natural e ambiente acolhedor, Positano é conhecida por seu charme cosmopolita e vida cultural vibrante. Artistas, escritores e celebridades têm sido atraídos por séculos pela aura romântica e pela atmosfera descontraída da cidade. É um lugar onde a história se entrelaça com o estilo de vida contemporâneo, oferecendo aos visitantes uma rica tapeçaria de experiências culturais e gastronômicas.

Positano: melhores hotéis a partir de R$ 1.419 | Hoteis.com

Amalfi é outra cidade encantadora, com sua catedral imponente e ruas movimentadas. Não perca a oportunidade de visitar Ravello, uma cidade no alto da colina conhecida por suas vistas panorâmicas e jardins elegantes, como os Jardins da Villa Cimbrone.

As ruas de Amalfi são vibrantes e movimentadas, repletas de lojas encantadoras que vendem produtos locais, como limoncello, cerâmicas pintadas à mão e artesanato tradicional. Os visitantes podem passear pelas vielas estreitas e escadarias pitorescas que levam até o coração da cidade, onde a vida cotidiana e a história se entrelaçam de maneira encantadora.

Os Jardins da Villa Cimbrone são um dos destaques de Ravello, onde a beleza natural se combina com a arte dos jardins italianos. Estes jardins elegantes oferecem uma série de terraços ornamentados, estátuas antigas, pavilhões cobertos de hera e flores exuberantes, proporcionando aos visitantes um cenário idílico para contemplação e relaxamento.

Além dos jardins, Ravello é conhecida por sua rica herança cultural e musical. O Festival de Ravello, realizado nos meses de verão, atrai músicos e artistas de todo o mundo para apresentações ao ar livre em locais históricos como a Villa Rufolo e a Villa Cimbrone. A atmosfera durante o festival é de celebração e inspiração, com concertos de música clássica e eventos culturais que enriquecem a experiência dos visitantes.

Amalfi em 2 Dias: tudo o que você precisa saber - Hellotickets

Para uma experiência mais tranquila, explore Praiano, uma pequena cidade entre Positano e Amalfi, famosa por suas praias e trilhas para caminhadas pela Itália.

Uma das características mais marcantes de Praiano são suas praias serenas, como a Praia da Gavitella e a Praia de La Praia. Situadas em enseadas isoladas entre falésias impressionantes, essas praias oferecem águas cristalinas ideais para nadar e praticar snorkeling, proporcionando uma experiência de tranquilidade e beleza natural em um ambiente verdadeiramente paradisíaco.

Além das praias, Praiano é conhecida por suas trilhas para caminhadas que serpenteiam pelas encostas da Costa Amalfitana, oferecendo vistas deslumbrantes do mar e da paisagem montanhosa circundante. Trilhas populares incluem o Caminho dos Deuses (Sentiero degli Dei), que oferece uma jornada espetacular através de montanhas e vales, revelando panoramas panorâmicos que são verdadeiras obras de arte da natureza.

Caminhar pelas ruas estreitas e sinuosas de Praiano revela um ambiente autêntico e charmoso, onde a vida local segue seu ritmo tranquilo e os visitantes são recebidos com calor e hospitalidade pelos moradores locais. A arquitetura tradicional, com suas casas caiadas de branco adornadas com flores coloridas, cria um cenário pitoresco que convida a explorar cada esquina e descobrir os segredos da vida cotidiana nesta cidade encantadora.

A practice guide about what to do and see in Praiano | Amalfi Coast

Na Itália Nápoles é uma cidade vibrante e caótica, cheia de energia e história. Explore o centro histórico, um Patrimônio Mundial da UNESCO, com suas ruas estreitas, igrejas barrocas e mercados animados. Não deixe de provar a pizza napolitana, famosa em todo o mundo.

Para os amantes de compras, Nápoles oferece desde mercados tradicionais até boutiques elegantes, onde é possível encontrar produtos locais, como cerâmicas pintadas à mão, jóias artesanais e roupas de moda italiana. Os mercados, como o Mercado di Porta Nolana e o Mercado di Pignasecca, são pontos de encontro animados onde os locais fazem suas compras diárias e os visitantes podem experimentar a autenticidade da vida napolitana.

Nápoles é também um ponto de partida ideal para explorar a beleza natural da região circundante, como o Monte Vesúvio, o vulcão que destruiu Pompeia e Herculano no ano 79 d.C. Uma visita ao Vesúvio oferece vistas deslumbrantes da Baía de Nápoles e uma oportunidade única de explorar a cratera do vulcão, uma experiência que combina aventura e história natural.

2024: O que fazer em Nápoles - OS 10 MELHORES pontos turísticos -  Tripadvisor

A uma curta distância de Nápoles, você encontrará as ruínas de Pompeia, uma antiga cidade romana enterrada pela erupção do Monte Vesúvio em 79 d.C. Passeie pelas ruas bem preservadas e veja as casas, lojas e anfiteatros que oferecem um vislumbre da vida cotidiana na Roma Antiga.

Ao explorar as ruínas de Pompeia, os visitantes são transportados para um passado distante, onde ruas pavimentadas, casas de pedra e monumentos públicos revelam o esplendor e a complexidade da civilização romana. As ruas bem preservadas de Pompeia não apenas oferecem uma visão detalhada da arquitetura romana, mas também permitem que se imagine a vida cotidiana dos seus habitantes há mais de dois mil anos.

Entre as principais atrações de Pompeia estão as casas aristocráticas e as moradias com seus mosaicos coloridos e afrescos bem conservados, que proporcionam um insight detalhado sobre a riqueza e o estilo de vida da elite romana. Locais como a Casa do Fauno, com seu mosaico famoso representando o deus Pã, e a Casa dos Vetti, conhecida por seus afrescos detalhados e coloridos, oferecem uma visão luxuosa da antiga Pompeia.

Além das residências, os visitantes podem explorar os prédios públicos, como os banhos termais e os teatros, onde os pompeianos se reuniam para entretenimento e socialização. O Anfiteatro de Pompeia, um dos mais antigos do mundo romano, é um exemplo impressionante da engenharia e da arquitetura da época, e continua a ser um marco de importância histórica.

Pompeia – Wikipédia, a enciclopédia livre

Para uma compreensão mais profunda da história de Pompeia e da região, visite o Museu Arqueológico Nacional de Nápoles, que abriga uma vasta coleção de artefatos e obras de arte da cidade antiga.

O Museu Arqueológico Nacional de Nápoles é um tesouro incomparável de artefatos e obras de arte que oferecem um profundo entendimento da história e da cultura da antiga Pompeia e outras civilizações da região. Localizado na cidade de Nápoles, o museu é uma visita obrigatória para aqueles que desejam explorar mais profundamente a herança arqueológica da região e entender melhor o mundo antigo através de seus vestígios.

Fundado no final do século XVIII, o museu começou sua coleção com uma série de descobertas arqueológicas significativas da área de Pompeia, Herculano e Stabiae, todas cidades que foram devastadas pela erupção do Monte Vesúvio em 79 d.C. Ao longo dos anos, o museu expandiu sua coleção para incluir artefatos de diversas épocas e civilizações, abrangendo desde a pré-história até o período romano tardio.

Visita guiada pelo Museu Arqueológico Nacional de Nápoles

Cinque Terre é uma região composta por cinco vilas pitorescas situadas ao longo da costa da Ligúria: Monterosso al Mare, Vernazza, Corniglia, Manarola e Riomaggiore. Cada vila tem seu próprio charme e beleza única.

Monterosso al Mare é a maior das cinco vilas e é conhecida por suas praias de areia fina e águas cristalinas. É a única vila que possui uma verdadeira extensão de praia, tornando-a um destino popular para os amantes do sol e do mar. Além das praias, Monterosso oferece encantadoras ruas estreitas repletas de lojas, restaurantes e cafés que capturam a essência da vida italiana à beira-mar.

Cinque Terre - Monterosso al Mare: what to visit - Italia.it

Vernazza é frequentemente considerada a mais pitoresca das cinco vilas, com sua paisagem de cartão postal de casas coloridas se agarrando às falésias que mergulham no mar. O porto de Vernazza é um dos mais fotogênicos de Cinque Terre, cercado por uma enseada protegida onde os barcos de pesca tradicionais ainda ancoram. Explorar Vernazza significa passear por suas ruelas estreitas, visitar a igreja de Santa Margherita d’Antiochia do século XIV e desfrutar de vistas panorâmicas deslumbrantes de seus pontos mais altos.

Vernazza – Wikipédia, a enciclopédia livre

Corniglia é a única das cinco vilas que não tem acesso direto ao mar, situando-se no topo de uma falésia, com vistas espetaculares sobre o Mediterrâneo. A vila é conhecida por sua tranquilidade e charme rural, com vinhas e olivais que se estendem pelas colinas ao redor. Chegar a Corniglia envolve subir uma escadaria de 382 degraus ou pegar um pequeno ônibus que parte da estação de trem local, adicionando um toque de aventura à visita.

Audio guide CORNIGLIA - Corniglia - Tour Guide | MyWoWo

Manarola é famosa por seu anfiteatro natural de casas coloridas que descem até o mar, criando uma cena deslumbrante ao pôr do sol. O porto de Manarola é um ponto focal da vila, onde os visitantes podem observar os pescadores locais trabalhando e desfrutar de refeições à beira-mar em restaurantes tradicionais. As vinhas em terraços que cercam Manarola produzem vinho Sciacchetrà, uma especialidade local apreciada por sua doçura e complexidade pela Itália.

Cinque Terre: Manarola - Visitspezia

Riomaggiore é a vila mais ao sul de Cinque Terre e é conhecida por suas casas coloridas que se alinham ao longo do rio Rio Maggiore, que dá nome à vila. O centro histórico de Riomaggiore é um labirinto de vielas estreitas e escadarias que levam a vistas deslumbrantes do mar. O porto de Riomaggiore é um ponto de partida popular para caminhadas ao longo dos famosos trilhos de Cinque Terre, oferecendo acesso a paisagens naturais intocadas e vistas panorâmicas de tirar o fôlego.

Cinque Terre: a first-timer's guide - Lonely Planet

Uma das melhores maneiras de explorar Cinque Terre é a pé, seguindo as trilhas que conectam as vilas. A Trilha Azul (Sentiero Azzurro) oferece vistas espetaculares do mar e das colinas circundantes.

Antes de iniciar a Trilha Azul, é essencial preparar-se adequadamente. Use calçados confortáveis, de preferência botas de caminhada ou tênis resistentes, que ofereçam bom suporte para os pés durante o percurso irregular da trilha. Leve água em quantidade suficiente para se manter hidratado ao longo do caminho, especialmente em dias quentes de verão. Não se esqueça do protetor solar, chapéu e óculos de sol para se proteger do sol forte, pois grande parte da trilha é exposta.

Trilhas em Cinque Terre: caminhada na costa da Ligúria

Gostou de ler esse artigo com os 7 lugares indispensáveis para você visitar lá na Itália? Você pode conferir muito mais material com dicas de destino, viagem e muito mais! Mochileiros pelo Mundo – Viaje mais gastando menos

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prepare a sua viagem
Últimos Artigos
Afiliados & Parceiros
Booking.com
Artigos Relacionados
Gostou do nosso conteúdo? Leia mais artigos com dicas de viagens
ARTIGOS DIVERSOS DE VIAGENS PELO MUNDO​
Photo O que encontrar de Sevilha até Nerja?

O que encontrar de Sevilha até Nerja?

A Andaluzia, região sul da Espanha, é um destino turístico encantador que oferece uma combinação perfeita de história, cultura, beleza natural e gastronomia. Neste post,

No more posts to show