Viajar de (ou para) Lisboa continua sendo caótico – Viagem Estadão

Estadão
Sambando em Lisboa
Minha Conta
Trânsito
Tempo
Horóscopo
Quadrinhos
Loterias
Aplicativos
Assine
Minha Conta
Trânsito
Tempo
Horóscopo
Quadrinhos
Loterias
Aplicativos
Assine
Opinião
Política
Economia
Brasil
Internacional
Esportes
Cultura
Últimas
Acervo
Jornal do Carro
Paladar
Link
Classificados
Rádio Eldorado
Aliás
Educação
Ciência
Sustentabilidade
Saúde
São Paulo
Tudo Sobre
Ao Vivo
Viagem
Aplicativos
Infográficos
Fotos
E+
Horóscopo
Loterias
Tempo
Quadrinhos
Sudoku
Cruzadas
Estradão
Broadcast Político
Estadão Blue Studio

PUBLICIDADE
Outro dia comentávamos, entre amigas, que não sabíamos mais quem viajava por puro prazer. O processo de viajar, sobretudo se tivermos de partir do aeroporto de Lisboa, tem-se revelado um enorme conjunto de frustrações acumuladas entre caos na bagagem, atrasos, um mar de gente, atrasos infindáveis e mau serviço.
E seria falso dizer que tem umas companhias que estão sendo piores do que outras, uma vez que a dificuldades tem sido bem transversal – na verdade, nos últimos 18 meses, creio que consegui que apenas quatro voos, de ou para Lisboa,  saíssem na hora marcada (e gente, eu tenho viajado muito. O mínimo são dois voos por mês, então é fazer as contas). É claro que quanto mais a gente viaja e mais constrangimentos a gente vai tendo, menor fica a nossa tolerância para com os atrasos e os serviços de fraca qualidade. Mas a verdade é que a barra tem fiacdo bem pesada mesmo para quem tenta manter uma postura zen.
Todos nós achámos que a atividade relacionada com as viagens iria se alterar significativamente depois da pandemia – analistas previram uma redução drástica do preço das viagens; a utilização obrigatória de máscaras pelas tripulações de cabine; mais limpeza nas aeronaves; medidas de segurança higiénica reforçada nos aeroportos; medo de viajar; flexibilidade…enfim. Mas o que temos visto, é que tudo piorou consideravelmente. No dia 6 de julho desse ano, a aviação comercial registrou o seu dia mais ativo de sempre: 134,386 voos foram registrados pelo Flight Radar, que acompanha voos em tempo real. Isso provocou caos em aeroportos lotados e bagagens perdidas.
Mas a gente também tem assistido a uma subida consistente dos preços dos voos – eu ainda sou do tempo, lá no início de 2020, onde era possível voar de Lisboa para Milão (ida e volta) por uns EUR70, e nem precisava de procurar nas low-cost. Agora, uma viagem em uma companhia de baixo custo está, no mínimo, a EUR170 (fiz a pesquisa agora mesmo antes de escrever essas linhas). O mesmo acontece com os voos para o Brasil. Conseguir ir de Lisboa (e voltar) até São Paulo ou o Rio de Janeiro por menos de EUR1000 é um sonho que parece nunca mais acontecer, e que implicará sempre escalas em outro aeroporto.
Aliás, a loucura de tentar voar para Lisboa é que tem vezes em que fica mais barato a gente comprar uma viagem para um qualquer outro lugar, com escala no aeroporto português (e depois não pegar o último segmento do voo) do que comprar direto para cá.
Entretanto, os aviões também não estão mais limpos, e muitas companhias aproveitaram a desculpa da pandemia para deixar de servir refeições a bordo, a menos que cobrem um absurdo por cada alimento – de verdade, a TAP está cobrando praticamente EUR3 por um café instantâneo. Num bilhete de largas centenas de euros para um voo de médio curso.
Os bilhetes também não se flexibilizaram: na verdade, as companhias continuam cobrando tanto ou mais do que antes para alterar bilhetes e, claro, pelas bagagens de porão. O que faz com que todo o mundo prefira viajar apenas com malas de mão, o que causa outro constrangimento: sempre tem mais malas do que espaço, e há sempre uma discussão sobre quem são os “voluntários” que acabarão com as malas no porão.
Continua após a publicidade
Enfim! Se você está pensando voar para Lisboa – e possivelmente você está, porque o Brasil foi o país que mais contribuiu para o aumento do Turismo em Portugal, no primeiro semestre desse ano – se prepare para um aeroporto muito congestionado e para uma inflação absurda nos preços de tudo o que tem que ver com viagens. Ah!, e é muito possível que o seu voo se atrase. Isso é bem mais possível do que ele sair na hora. Porque com a atividade em Lisboa, a verdade é que os slots têm estado totalmente lotados. Venha, por isso, com muita calma e muito tempo para gerir contrariedades. De outra forma, a experiência vai ser apenas muito dolorosa.
 
Os comentários são exclusivos para assinantes do Estadão.
Institucional
Atendimento
Conexão Estadão
Hoje
Copyright © 1995 – 2023 Grupo Estado
Copyright © 1995 – 2023 Grupo Estado

source

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prepare a sua viagem
Últimos Artigos
Afiliados & Parceiros
Booking.com
Artigos Relacionados
Gostou do nosso conteúdo? Leia mais artigos com dicas de viagens
ARTIGOS DIVERSOS DE VIAGENS PELO MUNDO​
No more posts to show