RDC dá panorama do setor de viagens por assinatura | 100x Brasil – PANROTAS

Bruno Hazov   |   
Previsão de crescimento da empresa, segundo o CEO, é uma média de 20% ao ano para a próxima meia década
Com uma média anual de crescimento de 15%, o setor de viagens por assinatura vem se expandindo no Brasil. Para hoteleiros, a prática é muito bem vinda, pois ajuda na ocupação hoteleira em períodos de menor movimento, melhorando o fluxo de caixa dos hotéis fora da alta temporada. No cenário de pós-pandemia, o modelo traz maior segurança ao viajante e para o hotel. a
Para falar sobre o futuro deste setor, o 100xBrasil conversou com Sérgio Pironato Jr., CEO da RDC Viagens, empresa pioneira nesse modelo de negociação no Brasil. O executivo falou sobre as vantagens do modelo e previsão de crescimento de sua empresa, que almeja uma média de 20% ao ano para os próximos quatro a cinco anos. Confira abaixo:
100X BRASIL – Conte como a RDC ingressou nesse modelo de negócios.
Sérgio Pironato A RDC foi, na verdade, pioneira deste segmento. Com 30 anos de mercado, surgiu da necessidade que hoteleiros tinham de aumentar a demanda em períodos de baixa temporada. Inicialmente, o negócio consistia no assinante pagar uma mensalidade e ter acesso a um grupo de hotéis, em Ubatuba (SP). Com o passar do tempo, a empresa foi crescendo, incluindo mais negociações com hotéis nacionais e internacionais, além de outros produtos turísticos, como aéreo, cruzeiro, pacotes, locação de automóveis, entre outros.
100X BRASIL – Como os hotéis enxergam esse modelo? Quais hotéis já integram esse modelo em parceria com vocês?
Pironato Esse tipo de parceria é muito bem vista pelos hotéis. Com o apoio da assinatura de viagens, os hotéis conseguem ter mais previsibilidade de demandas e fluxo de caixa. Para exemplificar, acho bacana contar que, durante a pandemia – em que os hotéis estavam vazios –, a RDC fez uma série de negociações e compra antecipada de diárias que ajudaram na estabilidade financeira desses parceiros. Atualmente, temos milhares de hotéis nacionais e internacionais e trabalhamos com as principais redes hoteleiras como: Vila Galé, Accor, Hilton, Atlantica, Intercity, Wyndham, Transamerica, Slaviero, Prive, Nacional Inn, Fasano, Marriot, Melia, Aviva, Blue Tree, Boubon, GJP entre outras.
100X BRASIL – Como vocês enxergam esse mercado no Brasil? Acreditam que outras empresas irão entrar nesse setor?
Pironato Existe um crescimento muito grande no modelo de negócio por assinatura para diversos tipos de produtos e serviços, inclusive de viagens, em que já temos observado grandes players fazerem movimentos semelhantes. Nosso entendimento é que as pessoas buscam por facilidade, comodidade e segurança. E é justamente pela assinatura de viagens entregar tudo isso ao assinante que esse modelo vem se destacando. Com a RDC, o assinante paga uma mensalidade que não consome do limite de cartão de crédito, tem flexibilidade para escolher como quer usar a assinatura (hotelaria, cruzeiros, aéreos etc.) e conta com suporte do time de atendimento caso algo não saia como o esperado.
100X BRASIL – Quais investimentos em andamento e futuros do grupo RDC? Que tipo de investimento esse modelo demanda?
Pironato Nós acreditamos que “pessoas – processos – tecnologia” é o tripé de crescimento da RDC e é nisso que temos e seguiremos investido. Quando temos profissionais qualificados, processos eficientes e tecnologia para trazer mais otimização e dados, temos os insumos necessários para realizar, por exemplo, negociações com hotéis e demais parceiros que sejam boas para ambas as partes, visando entregar uma experiência de assinatura de viagens cada vez melhor para o assinante.
100X BRASIL – Quais as vantagens do modelo de viagens por assinatura para hotéis e para os viajantes?
Pironato Para os hotéis, é uma vitrine para aumento de demandas mesmo em períodos de baixa temporada, em função dos nossos mais de 100 mil assinantes. Além disso, as negociações diretas que envolvem a compra de diárias antecipadas, o que traz maior previsibilidade e estabilidade financeira.
Para os assinantes, penso que podemos sintetizar em três pontos principais:

100X BRASIL – O destino também se beneficia desse modelo de comercialização?
PironatoAcredito que o mercado de Turismo como um todo se beneficia. Um dos principais diferenciais da assinatura de viagens é a recorrência. A ideia é estimular que as pessoas tenham viagens como parte frequente da sua vida e que priorizem esse item em seu planejamento financeiro, por meio da mensalidade. Por isso, quanto mais pessoas tiverem uma assinatura, maior é a garantia de que teremos movimentação financeira no setor de turismo, gerando mais demanda e riqueza para todos.

source

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Prepare a sua viagem
Últimos Artigos
Afiliados & Parceiros
Booking.com
Artigos Relacionados
Gostou do nosso conteúdo? Leia mais artigos com dicas de viagens
ARTIGOS DIVERSOS DE VIAGENS PELO MUNDO​
Photo Tourist attractions in Montpellier - Keyword: Montpellier

Pontos turísticos de Montpellier

Montpellier é uma cidade localizada no sul da França, na região de Occitânia. Com uma rica história e uma cultura vibrante, a cidade atrai turistas

Photo Dicas para viajar para Cancún

Dicas para viajar para Cancún

Cancún é um dos destinos turísticos mais populares do México e do mundo. Localizada na Península de Yucatán, no estado de Quintana Roo, Cancún é

No more posts to show