O primeiro dia no curso de Inglês em Londres – Vivendo em London, babe!

O primeiro dia no curso de Inglês em Londres – Vivendo em London, babe!

Em Londres, por incrível que pareça, todo mundo só fala em Inglês! Não estou entendendo é nada!!! Hoje, é o meu primeiro dia de aula no curso de Inglês, que me programei a fazer por 6 meses. Estou confusa, ansiosa, envergonhada e com medo do que irei começar a encarar. Será que lá dentro da sala de aula todos os alunos estão passando pelo mesmo que estou passando? Será que também são seres estranhos, assim como eu sou ou estou? Vão ter Brasileiros na sala? Pensa bem, se tiver apenas Coreanos, Japoneses, Franceses, Turcos, Italianos, etc, vai ficar mais fácil para fingir que esta tudo bem comigo. Agora, se tiver bastante Brasileiros, a vergonha alheia por mim mesma será ridícula.

Curso de Inglês para Brasileiros em Londres

Que susto! Minha sala tinha em torno de 12 pessoas, e dessas 12, uns 5 Brasileiros. Meu Deus, logo logo eles vão descobrir que eu sou a menina estranha, perdida e que só sabe falar Hy, Bye. A minha professora chamada Rosy, Inglesa, de uns 28 anos, uma graça de pessoa e muito paciente com todos nós, “escutou” o que escrevi, TODOS nós! Sim, que alivio! Dentro daquela sala, éramos todos estranhos, perdidos e alunos Hy, Bye!

Curso de Inglês em Londres - Escola Malvern House
Curso de Inglês em Londres – Escola Malvern House

Os meus primeiros amigos em Londres

A amizade foi surgindo dentro da sala de aula e os meus primeiros amigos foram dois Brasileiros: Marlon e Léo. O Marlon era da cidade da minha tia Regina, Bauru e o Léo por incrível que pareça era de Santos, cidade que morava antes de ir para Londres. O Marlon estava em Londres cerca de 2 anos e ainda era Hy, Bye; ele sim ganhava de mim, se eu era estranha e perdida, ele era umas 2 vezes mais que eu, logo, senti-me melhor. O Marlon veio a se tornar o meu melhor amigo e somos amigos até hoje, amigos de coração e alma. Logo, os estranhos juntos, se completam!

Curso de Inglês em Londres - Escola Malvern House - with Marlon
Curso de Inglês em Londres – Escola Malvern House – with Marlon
Curso de Inglês em Londres - Escola Malvern House - Léo e Marlon
Curso de Inglês em Londres – Escola Malvern House – Léo e Marlon

Não cante Beatles em Londres, pode ser fatal

A professora Rosy passava cada lição umas 10 vezes e, descobri aos poucos, que não era por minha causa. Mesmo com a total deficiência na Língua Inglesa que tinha (não era deficiência não! Simplesmente não sabia), tinha muita facilidade em aprender e em umas 3 semanas já estava tagarelando com todo mundo, em todos os cantos da escola, da cidade, da hospedagem estudantil. Naquelas 4 semanas que fiquei sendo aluna da professora Rosy, o dia mais emocionante foi quando tivemos uma aula de interpretação musical. A música era Love me do, do Beatles. Aquele dia saí pelas ruas de Londres, com o vento frio batendo no meu rosto, entrando no famoso ônibus vermelho para  voltar para casa e cantarolando a música…. note, não é apenas cantar a música… é entender o que está cantando! Eu entendia, sabia o que estava falando. Sabia o que cada palavra dos versos daquela música significavam, sabia o que os Beatles queriam dizer ….. à partir daquele momento me senti Inglesa, de coração Inglês…. a paixão pela cidade tinha nascido e a minha vida Londrina tinha acabado, acabado de começar. “Maldita” hora que senti a emoção de cantar Beatles em Londres

brincando de capa do CD do Beatles in London
brincando de capa do CD do Beatles in London

Love, love me do

Love, love me do
You know I love you
I’ll always be true
So please, love me do
Whoa, love me do

Love, love me do
You know I love you
I’ll always be true
So please, love me do
Oh, love me do

Someone to love
Somebody new
Someone to love
Someone like you

Love, love me do
You know I love you
I’ll always be true
So please, love me do
Oh, love me do

Love, love me do
You know I love you
I’ll always be true
So please, love me do
Whoa, love me do
Yeah, love me do
Whoa, love me do

(Beatles)

Red Bus in London
Red Bus in London

Atenção: Artigo registrado na Biblioteca Nacional. Não ao Plágio! Autora: Natália Faleiros

Este artigo pertence a categoria Crônicas de Mochileiros – caso queira acompanhar a história e crônicas de Natália Faleiros vá ao menu Crônicas de Mochileiros. As crônicas contam histórias de uma estudante em Londres e que mais tarde se apaixona por viajar.

Não ao Plágio
Não ao Plágio