Relato de Thay Galterio que morou 4 meses em Paris e tem bastante dicas para compartilhar!

Relato de Thay Galterio que morou 4 meses em Paris e tem bastante dicas para compartilhar!

Relato e imagens de Thay Galterio

Viva os sabores e os odores franceses­, viva!
Os sabores não se resumem somente no “sabor” de estar em Paris e os odores não se resumem no cheiro do metro (principalmente no inverno). hahaha Passei 4 meses morando em Paris, França, então, há muitas dicas, sugestões por aí. Tenha calma que vou colocando tudo aos pouquinhos. E é claro que eu não posso deixar de comentar sobre uma das características bem marcante na França, sobretudo em Paris (pois posso falar com mais propriedade): os sabores e os odores.

Os sabores e os odores franceses vão de uma simples baguette traditionnelle da boulangerie (Hum…aquele maravilhoso cheirinho de pão) da esquina aos escargot de Bourgogne (talher? pinça? pegador? Nada fácil de manusear, né?!).

Aqui, você encontra uma boulangerie em cada quadra, cada esquina de Paris…se não encontrar na quadra em que está provavelmente na próxima encontrará. Como são muitas, fica a critério de cada um escolher a boulangerie mais próxima de você. A minha boulangerie preferida fica na saída da estação Port d’Ivry (metrô ligne 7 sentido Marie d’Ivry- arrondissement 13) (região onde eu morava, com ótimos restaurantes chineses, tailandeses, vietnamitas, sim eu morava na  região da chinatown): as baguettes, os croissants, os pains au chocolat são muito bons.

Recomendo!

Quer comer  um bom escargot? Pegue a (ligne 4 estação Les Halles ou Étienne Marcel, Rua Montorgueil, 38-  4éme), esta é a rua de muitos parisienses, mas você também encontra bons e diversas opções de restaurantes, cafés, boulangerie etc  em saint-michel  (metro ligne 4, Saint Michel-  5éme) e  ódeon (metro ligne 10, Ódeon- 6éme).

Recomendo! 

Vale a pena também ir ao restaurante Le Chartreaux: bistrô, aonde vão alguns parisienses

Ah, não posso me esquecer de que no meio do caminho há uma fromagerie (queijaria), há uma fromagerie no meio do caminho, sim.  E os queijos são os melhores: brie, cammembert, morbir, reblochon, comté, beaufort, gruyère, emmental, mont d’or… Há uma variedade, para todos os tipos e gostos. Você encontra queijos em todos os lugares, em quase todos os estabelecimentos de Paris (brincaderinhaaa). As minhas fromagerie, assim como outros restaurantes, lojas e bares dos mais variados tipos, feiras preferidas se encontram na Rue Mouffetard, área movimentada do Quartier Latin. (metrô ligne 7,  Place Monge, Censier Dauberton, Les Gobelins- 5éme e 7éme).Esta é uma das ruas mais antigas de Paris.
Você pode descer em qualquer uma das estações acima e depois é só perguntar para qualquer pessoa onde fica a rua ou, claro, se tiver um mapa será melhor, afinal você sabe como são os franceses, né? (nem todos). A rua fica uma quadra de qualquer uma destas estações. Aproveitando que está por ai, na estação Censier Dauberton tem um restaurante italiano muito bom, que vale muito a pena ir, mesmo que você pense: “Eu vim pra França para comer comida francesa e não italiana”. O restaurante chama La comédia e fica em frente è estação de metrô (A água é de graça aqui: peça uma garrafe d’eau -água de torneira da França é boa- e não peça uma bouteille d’eau – esta é garrafa fechada e você pagará 5 euros- Caríssimo!). Assim, aproveitando o momento fromagerie, peça uma pizza bem gorda e enorme de 4 queijos ou uma lasanha: é a melhor lasanhaaa do mundo pra mim. Recomendo!

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Início da Rue Mouffetard

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Sinta-se como os franceses e gaste menos: compre um baguette, queijo de sua preferência (com brie e mel, fica maravilhoso!) e um garrafa de vinho (os vinhos são baratinhos) e sente se onde achar mais aconchegante ou  até mesmo  coma andando, o que também é normal em Paris.  Os sabores e odores de Paris também envolvem os aromas, perfumes dos parques e jardins (por exemplo: jardins des plantes, jardin du luxembourg, arènes de luttèce, parc monceau, bois de vincennes). Experimente!

Jardin de Tuileries

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Jardin des plantes

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Bois de Vincennes (era inverno, ok?)

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Parc Buttes-Chaumont

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Jardins de Museu Rodin (era inverno, mas na primavera é lindo: acabou a bateria da máquina)

Relato e imagens de Thay Galterio
Relato e imagens de Thay Galterio

Como já dizia Claude Troigros: Que Marravilha!

Relato de Viagem por Thay Galterio, que foi gentilmente cedido pela autora para publicarmos  no Blog do Mochileiros pelo Mundo.
Autoria e Imagens: Thay Galterio.
Contatos: 
thaygalterio@gmail. Com
Blog: