Visita na casa de Anne Frank em Amsterdam na Holanda – O Diário de Anne Frank

Visita na casa de Anne Frank em Amsterdam na Holanda – O Diário de Anne Frank

Sou apaixonada por passeios que envolvam histórias do mundo e principalmente sobre Hitller e as atrocidades que ele comandou,  especialmente contra os Judeus. Assim, como quando fui à Polônia, o maior objetivo era conhecer os campos de concentração e extermínio de Auschwitz, quando fui a Holanda, um dos maiores objetivos era fazer a visita a casa de Anne Frank, e poder ver com os meus olhos o que ela escrevia no seu diário, que caiu nas minhas mãos por volta dos meus 15 anos de idade, quando estudava em uma escola pública, no interior de SP.

Quando lemos qualquer livro, construímos a imagem do lugar, pessoas, objetos que nós queremos criar em nossa mente, e assim foi o que aconteceu comigo, quanto ao livro de Anne Frank. No momento que cheguei à frente da construção moderna (lá dentro é que se encontra o anexo que Anne ficou escondida), fiquei meio decepcionada, pois o que estava na minha mente, não era o que os meus olhos estavam vendo. Quem passa por aquela rua e não sabe absolutamente nada da história (do que se passou lá) nem vai imaginar que dentro daquele prédio moderno, guarda tanta história e tanto sofrimento, que aquelas famílias viveram.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank – Foto: Natália Faleiros

A história do livro: Diário de Anne Frank

O prédio moderno, com fachada de vidro, fica na rua Prinsengracht, nº 263, no centro de Amsterdam, onde Otto Frank, pai de Anne, também tinha um negócio (fábrica de extrato de frutas), e foi em um anexo neste edifício, que Anne Frank aos seus 13 anos, sua família e a família Van Pels e Fritz Pfeffer viveram escondidos durante dois anos.

Quem foi Anne Frank? 

Foi uma garota alemã de origem judaica, vítima do Holocausto, que morreu aos quinze anos de idade em um campo de concentração em AuschwitzAnne, se escondeu com sua família durante a 2ª Guerra Mundial dos Nazistas e, se tornou mundialmente famosa, com a publicação póstuma de seu Diário, no qual escrevia as experiências do período em que sua família se escondeu da perseguição aos judeus. O conjunto de relatos, que recebeu o nome de Diário de Anne Frank, foi publicado pela primeira vez em 1947 e é considerado um dos livros mais importantes do século XX.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank

Como era a entrada do anexo que eles se esconderam?

A entrada para o esconderijo, não era uma entrada com uma porta (óbvio), era um esconderijo!  A porta para o esconderijo ficava fechada por detrás de uma estante móvel que foi feita para isto. As pessoas que trabalhavam ali sabiam do esconderijo e os ajudavam com comida e notícias do mundo lá fora.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank

Como foi a vida de Anne Frank e sua família no esconderijo?

Anne Frank quando completou 13 anos de idade (ainda não tinha ido para o esconderijo), ganhou de presente do seu pai um livro que veio a se tornar o Diário de Anne Frank. Em Julho de 1942, Margot Frank, irmã de Anne, recebeu uma carta avisando que ela teria que ir para um dos campos de concentração nazistas. Este fato, fez com que o seu pai Otto Frank, revelar o plano de esconder a todos nos fundos da sua empresa, na rua Prinsengracht. Durante o período de 2 anos, 8 pessoas viveram naquele esconderijo, e Anne Frank escreveu não só as dificuldades do dia-dia, como também o sofrimento da guerra e os seus sentimentos íntimos. Em 04 de Agosto de 1944, o esconderijo foi descoberto. Eles foram levados para vários campos de concentração e finalmente Anne Frank foi levada a Auschwitz, onde morreu. O único sobrevivente foi o seu pai, Otto Frank, que mais tarde voltou ao anexo no fundo de sua empresa e, encontrou o Diário de Anne Frank.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank – Foto: Natália Faleiros
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank – Foto: Natália Faleiros
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank Foto: Natália Faleiros
O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank – http://pt.wikipedia.org/wiki/Anne_Frank

Como ir a Casa de Anne Frank?

Você vai poder ir de 4 maneiras: Trams, ônibus, barco ou mesmo a pé. O endereço é: Rua Prinsengracht 263-267, a pé fica a 15 minutos da estação central de trens. Se escolher ir de trams pegue os números: 13, 14, 17 e se for de bus: 21, 170, 171 ou 172 e, em qualquer das duas escolhas, pare na estação:  Westermarkt stop. O barco museu vai parar directamente à frente da Casa de Anne Frank.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank. Foto: http://pt.wikipedia.org/wiki/Anne_Frank

Quanto custa a visita a Casa de Anne Frank?

A entrada custa 9 euros para os adultos e a metade do preço para menores de idade.

O diário de Anne Frank
O diário de Anne Frank

Fonte e maiores informações: 

http://pt.wikipedia.org/wiki/Anne_Frank (de onde também foram tiradas algumas das imagens deste artigo)

http://www.annefrank.org/en/Anne-Frank/