Febre Amarela – O que é e como esta doença interfere na sua viagem?

Febre Amarela – O que é e como esta doença interfere na sua viagem?

Se você esta indo viajar para um lugar com risco de transmissão para Febre Amarela, não precisa ter medo, a sua viagem pode ser tranquila! Existe vacina contra esta doença e tem de ser aplicada 10 dias antes da sua viagem, se você nunca foi vacinado. A vacina tem 10 anos de validade.  

No Brasil tem algum lugar que tenha risco de pegar febre amarela?

No Brasil, existem sim lugares de risco para pegar a febre amarela. Estes locais são: regiões de matas e rios de todos os Estados da Região Norte e Centro-Oeste, parte da região Nordeste (Estado do Maranhão, sudoeste do Piauí, oeste e extremo-sul da Bahia), Região Sudeste (Estado de Minas Gerais, oeste do Estado de São Paulo e norte do Espírito Santo) e Região Sul (oeste dos Estados do Paraná, Santa Catarina e Rio Grande do Sul). Se você for viajar para alguma dessas regiões e nunca tomou ou então a sua vacina esta vencida (mais de 10 anos), você deve tomar a vacina.

Quais são os Países do Mundo que corremos o risco de pegar febre amarela?

anvisa Vacina para Febre AmarelaAfeganistão, África do Sul, Albânia, Angola, Antígua e Barbuda, Antilhas Holandesas, Arábia Saudita, Argélia, Austrália, Bahamas, Bangladesh, Barbados, Guadalupe, Guatemala, Guiana, Guiana Francesa, Guiné, Guiné-Bissau, Guiné Equatorial • Haiti, Honduras, Iêmen, Ilha de Pitcairn, Ilhas Salomão, Omã, Panamá, Papua-Nova Guiné, Paquistão, Paraguai, Peru, Polinésia Francesa, Palau, Portugal, Quênia, República Centro-Africana, Reunião, Belize, Benin, Bolívia, Brasil, Brunei, Burkina Fasso, Burundi, Butão, Cabo Verde, Camarões, Camboja, Cazaquistão, Chade, China, Cingapura, Colômbia, Congo, Djibuti, Dominica, Egito, El Salvador, Equador, Eritréia, Etiópia, Fiji, Filipinas, Gabão, Gâmbia, Gana, Granada, Grécia, Índia, Indonésia, Iraque, Jamaica, Jordânia, Kiribati, Kuait, Laos, Lesoto, Líbano, Libéria, Líbia, Madagascar, Malásia, Malaui, Maldivas, Mali, Malta, Maurício, Mauritânia, México, Moçambique, Myanma, Namíbia, Nauru, Nepal, Nicarágua, Níger, Nigéria, Niue, Nova Caledônia, Ruanda, Samoa Americana, Samoa Ocidental, Santa Helena, Santa Lúcia, São Cristóvão e Névis, São Tomé e Príncipe, São Vicente e Granadinas • Senegal, Serra Leoa, Seychelles, Síria, Somália, Sri Lanka, Suazilândia, Sudão, Suriname, Tailândia, Tanzânia, Togo, Tonga, Trinidad e Tobago, Uganda, Venezuela, Vietnã, Zaire e Zimbábue.
A lista dos países pode estar desatualizada. Por favor caso haja dúvidas confirme tudo no site oficial da anvisa  clicando aqui
Página em Espanhol da Organização Mundial da Saúde com a lista dos países que exigem a vacina. clique aqui
 
Onde tomar a vacina?

O Ministério da Saúde disponibiliza gratuitamente a vacina em quase todos os postos de saúde dos municípios do país. Ligue antes para saber se o posto perto de você oferece a vacina contra febre amarela.  Esta vacina é bem segura e protege durante 10 anos. As pessoas que já tem mais de 10 anos de vacinadas, basta tomar uma dose de reforço (que irá durar mais 10 anos) e seguir viagem, não é preciso esperar 10 dias para garantir sua proteção, porém, mesmo os países estrangeiros sabendo disso, a maioria, ou grande parte deles, exigem a vacinação 10 dias antes da viagem.

Certificado de Vacinacão Internacional contra Febre Amarela
Certificado de Vacinacão Internacional contra Febre Amarela

Quais são os tipos de Cartão de comprovante de vacinação? Qual preciso para ir viajar dentro e fora do Brasil?

Existem dois tipos de cartão:

  1. O cartão de cor branca: É o cartão que você recebe após a vacinação e que é valido em território Nacional. É o Cartão Nacional de Vacinação. O comprovante da vacina deve fazer parte de sua bagagem. (no caso este cartão). Este é de uso em território Brasileiro.
  2. O cartão de cor amarela: É o cartão que você vai precisar para viagens Internacionais. Para os viajantes Internacionais, vindo ou indo para lugares de risco, esta vacinação é a única exigência sanitária, conforme publicação regular da Organização Mundial da Saúde/OMS. Para se fazer este cartão amarelo (que é chamado de Certificado Internacional de vacinação contra Febre Amarela) deve-se procurar um dos Postos da ANVISA (Agência Nacional de Vigilância Sanitária) em qualquer um dos portos, aeroportos, passagens de fronteiras, Sedes da Coordenação em todo o território nacional ou em muitos postos de saúde “comuns”, que também já estão fazendo a troca do cartão branco para o amarelo. Isto significa que você vacina e já faz o Certificado no mesmo lugar. Clique neste link para acessar a página da anvisa que mostra os postos de vacinação que você já pode vacinar e ter o Certificado Internacional.

Quem poderá trocar o cartão branco pelo amarelo? 

Em primeiro lugar já sabemos que para ter o cartão amarelo (que é o Certificado Internacional de Vacinação) é preciso estar vacinada (consequentemente ter o cartão branco) e fazer a troca. É importante sempre lembrar que precisa ser com 10 dias no mínimo de antecedência para a sua viagem. Apenas você poderá solicitar essa substituição do cartão, comparecendo ao posto de troca com seu documento de identidade (pode ser rg, carteira profissional tipo OAB, CRO, CRM, habilitação, passaporte). Se for menor de idade pode ir com a Certidão de Nascimento.

Qual os sintomas para quem pega a febre amarela?

Nos primeiros dias a pessoa infectada vai apresentar sintomas parecidos com o da gripe. Porém, é uma doença grave que caso complique pode levar a morte. Sintomas mais comuns: febre alta e calafrios, mal-estar, vômito, dores no corpo, pele e olhos amarelados, sangramentos, fezes cor de “borra de café” e diminuição da urina.

O que fazer se estiver em uma região de risco e não tiver tomado a vacina e ter os sintomas acima?

Caso perceba algum dos sintomas citado acima, nas condições de risco, procure imediatamente um médico. Se você já esta na sua cidade (voltou de viagem) e sentir algum dos sintomas, procure o médico e conte se viajou (nos últimos 15 dias) para regiões de risco.

Macacos mortos

Caso esteja visitando regiões de risco e ver macacos mortos ou doentes próximo ao local, comunique à autoridade de saúde mais próxima, pois este fato pode indicar que a doença está presente, com risco para as pessoas não vacinadas que estão na região.

Qual é o tratamento para a doença? 

Não há tratamento específico contra a febre amarela. Portanto, a orientação que é dada para dengue deve ser seguida. Não utilizar medicamentos à base de salicilatos (AAS e Aspirina), já que seu uso pode favorecer o aparecimento de manifestações hemorrágicas. Somente o médico é capaz de diagnosticar e tratar corretamente a doença.

Viajantes internacionais chegando ao Brasil

O Brasil não exige o Certificado Internacional de Vacinação ou Profilaxia para entrada no país mas recomenda-se vacinação àquelas pessoas com destino às áreas de mata das regiões consideradas de risco, conforme o mapa. clique aqui para ver as regiões.

Vacina para Febre Amarela
Vacina para Febre Amarela

Fonte:

http://bvsms.saude.gov.br/bvs/febreamarela/viajantes.php

 www.anvisa.gov.br